Palou nega Ganassi e declara concordância com a McLaren, mas sem classificação caracterizada

Horas depois que a Ganassi declarou que havia praticado a escolha de manter Álex Palou no grupo em 2023, o espanhol se abriu ao mundo sobre o desacato do grupo e a McLaren noticiou, na noite desta terça-feira (12), a contratação do elenco. fluxo de piloto campeão da IndyCar para 2023. Seja como for, o grupo ainda não afirmou sua presença no quadro da classificação americana.

Em postagem via entretenimento online, Palou nega informações divulgadas por Ganassi e afirma que informou ao grupo que queria continuar depois de 2022 por “motivos individuais”, além de culpar o grupo por creditar uma fala a ele no comunicado público. .

“Eu recentemente soube da mídia esta noite, sem o meu endosso, que Chip Ganassi Hustling fez uma declaração pública informando que dirigirá para o grupo em 2023. É mais incrível que a entrega tenha declarações que não vieram de mim. Não apoio o relatório, não sou o criador, nem aprovo as citações. Como informei recentemente ao CGR, por razões individuais não espero avançar com o grupo depois de 2022”, disse Álex.

“Deixando as ocasiões deste meio-dia de lado, tenho uma consideração extraordinária pela CGR e prevejo terminar as principais áreas de força para isso juntos.”

A McLaren também afirmou que Palou também será essencial para o programa de testes da Equação 1, ao lado de Pato O’Ward e Colton Herta, que também são pilotos da série norte-americana. Herta chegou mesmo a fazer um teste em Portugal na passada segunda-feira.

“Geralmente dissemos que precisávamos de habilidade máxima na McLaren, e é energizante ter a opção de lembrar de Alex para este resumo. Prevejo colocá-lo no banco do motorista de um veículo da Receita 1 como uma característica do nosso programa ao lado de Pato O’Ward e Colton Herta, à medida que continuamos expandindo nossos presentes.”

Aos 25 anos, Palou apareceu na IndyCar em 2020, por Dale Coyne, e mudou-se para Ganassi em 2021. Com 3 sucessos e 549 focos durante a temporada, ele se tornou o chefe apenas em seu segundo ano na classe. Na temporada de ímpeto, Álex é quinto na classificação, ainda sem triunfos, mas com quatro plataformas registradas.

A McLaren diz que, de qualquer forma, confirmará os programas de pilotos para a próxima temporada. Pato O’Ward e Alexander Rossi estão confirmados para a IndyCar, enquanto Felix Rosenqvist marcou um acordo adaptável, e o grupo atualmente não consegue afirmar se o sueco permanece na IndyCar ou disputará na Receita E.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do Grande Prêmio, sem contar os cúmplices Nosso Palestra e Escanteio SP.

Similar Posts