Incentive as regras e sai por cima na corrida 1 do Genius 2000 em Toronto. Porto é nono

Louis Cultivate, da Restrictive Autosport, levou a melhor na corrida 1 do Indy Genius 2000, em Toronto, na noite deste sábado (16). A partir da posição do poste, o britânico não deu oportunidade aos seus adversários, sofreu duas relargadas e terminou a corrida mais de cinco segundos à frente de Enaan Ahmed, da Juncos Hollinger. Josh Green da Turn 3 terminou a plataforma no Canadá.

A corrida começou com um episódio logo no início. Jonathan Browne perdeu a asa dianteira e a bandeira amarela foi levantada desde o início. A corrida foi reiniciada na volta seguinte, sem nenhum ajuste da solicitação para o campo.

Na volta 9, o mexicano Salvador de Alba caiu na curva 3 e causou o amarelo subsequente. O piloto de Jay Howard descobriu como voltar à pista, perdendo apenas a asa dianteira. A corrida recomeçou duas voltas depois e Josh Green aproveitou o reinício para superar Reece Gold e conquistar o terceiro lugar.
Entenda MAIS: Herta supera Ericsson e pilota FP2 Indy em Toronto. Castroneves é vigésimo

Enquanto isso, o Incentive assumiu a liderança na frente de Ahmed para vencer pela quinta temporada da época, com Green em terceiro. Gold completou em quarto lugar, seguido por Nolan Siegel, Yuven Sundaramoorthy, Jordan Missig e Jack William Mill. O brasileiro Kiko Porto foi 10º e Jonathan Browne terminou entre os dez principais.

Assim, Louis expandiu ainda mais sua liderança na liderança do Indy Genius 2000, 63 focos à frente do ouro. O Porto está neste momento em sétimo lugar, 108 focos atrás dos ingleses. A turma retorna neste domingo (17) às 12h40 para a corrida 2, com o Cultivate recomeçando na posição de eixo.

Similar Posts